Post image

Rio Meia Ponte atinge nível crítico 2

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad Goiás) informa que o Rio Meia Ponte atingiu o Nível Crítico 2, o que corresponde à vazão de escoamento menor ou igual a 3,3 mil litros por segundo. O monitoramento tem sido realizado cotidianamente. 

Com o novo nível de criticidade, a Semad estabelece uma série de ações com o objetivo de manter o equilíbrio na bacia. Entre elas, estão a redução de 50% dos volumes diários outorgados na captação direta no corpo d’água para todos os usos, exceto abastecimento público e dessedentação animal, e a redução progressiva da vazão remanescente. O abastecimento público na região metropolitana de Goiânia será mantido. 

Ainda, segue em vigor Portaria nº 179/2019 da Semad, publicada no Diário Oficial do Estado, com a definição da irrigação autorizada apenas para o período noturno (das 20h às 6h), controle de descarga de barragens, chamada para atualização de dados cadastrais, entre outros. 

Em parceria com a Saneago, a Semad segue com as campanhas sobre uso racional da água nos veículos de comunicação, como televisão, rádio, jornal impresso e redes sociais. Também por esses meios, continuaremos divulgando a situação da bacia a todos.

A Semad segue com equipes em campo orientando produtores rurais e detentores de reservatórios, bem como promovendo o acompanhamento da vazão do Alto Rio Meia Ponte, prestando informações constantes à sociedade sobre a mudança dos níveis de criticidade da bacia e a definição das medidas necessárias ao controle da crise hídrica. 

Um novo nível crítico será  estabelecido após a vazão se manter abaixo na média do nível seguinte por sete dias seguidos.

Ao longo da próxima semana as iniciativas de monitoramento e fiscalização na Bacia serão intensificadas com o objetivo de que não haja redução abrupta nos níveis de vazão, comprometendo os diversos usos.